22 de jul de 2016

RESENHA: GAROTA ONLINE

Com o nickname “Garota Online”, Penny escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida. Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum. 
De repente, ela percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre.



Autora: Zoe Sugg
Editora: Verus
Paginas: 308

Este foi um livro que antes mesmo de ler criei várias expectativas. Apesar de ser meio clichê eu recomendo a todos, pois a leitura é muito clara e a historia da protagonista Penny é maravilhosa. Antes eu não tinha me interessado tanto, aliás ouvi muitos comentários negativos sobre o livro. Porém, enquanto eu lia, percebi que estava sempre sorrindo e imaginando o que vinha depois. 

Acompanhe agora a resenha de Garota Online.

Penny tem alguns problemas como ser desastrada. Já Elliot é seu melhor amigo, é muito estiloso e enfrenta alguns problemas com os pais. Não vou dizer aqui que Penny tem vários talentos, mas um que a motiva e faz com que ela seja melhor, é a fotografia. Como tem vários problemas, ela criou um blog anonimo e muito seguro chamado Garota Online, pra poder se abrir e ser você mesma.

Depois de ter seu vídeo mais desastroso sendo viral na internet, seus pais recebem a oferta de organizar um casamento nos Estados Unidos, onde tudo muda. Ela tem certos ataques de panico, porém, com a ajuda de seu amigo Elliot, Penny consegue superar tudo saindo ilesa do voo e aproveitar as maravilhas de Nova York. Instalada em um dois melhores hotéis, Penny conhece Noah, que parece gostar muito dela do jeito que ela é. Mas, quando tudo finalmente dá certo em sua vida, acaba que tudo começa a dar errado de uma hora pra outra. 

Eu me senti realmente igual a Penny neste livro. Porque a maioria das coisas que ela passa eu já passei/passo. Como os ataques de panico, as vezes tenho na escola e não consigo parar de chorar. É horrível, acreditem! A historia é sim fictícia, mas o que acontece nela não, há vários casos, como o bulliyng também.

O que mais me agradou na Penny, é que ela é uma personagem típica dos adolescentes, sem maiores problemas. Consegue ser normal e ter uma historia incrível. Os seus desastres foi algo que me identifiquei muito também. E o seu amor pelo melhor amigo é uma coisa muito fofa, a preocupação, o modo em que eles se tratam, tudo! Elliot é muito carismático, os dois juntos formam uma bela dupla, ele é o tipo de amigo que todos deveríamos ter. Poder contar segredos, pedir ajuda, viajar, é algo que não temos em todos amigos.

Algo que me agradou muito, mesmo sendo um livro de amorzinho, foi porque Zoe colocou o lado negativo da internet. As vezes por um acontecimento que não foi bem resolvido, as pessoas costumam colocar comentários de mal gosto sem nem mesmo pensar no mal que está fazendo. 



Enfim, este foi o livro no qual é super indicado também. Superei minhas expectativas quanto a ele. E o que mais me deixou maravilhada foram algumas frases que Penny usava para narrar o livro. 

' Gosto tanto de você que pode até ser amor '. - PÁG 305. 

' Você é minha incidente incitante '. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário