28 de jan de 2017

RESENHA: THE KISS OF DECEPTION

Plante ilusões e você colherá do mundo grandes decepções
A força feminina é a grande estrela neste romance de Mary E. Pearson. Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas – menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?
O primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o romance de Pearson é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor e como ele pode nos enganar, e de uma protagonista em busca de sua liberdade e felicidade a qualquer custo.


Autora: Mary E. Pearson / Editora: DarkSide Books / Páginas: 406 / Série: Crônicas de amor e ódio


Realizei esta leitura já muito curiosa. Pois é um livro que te faz imaginar certas coisas. Eu nunca fui de ler gêneros deste tipo, aliás nunca foi muito do meu gosto ler sobre reinos, reis, rainhas e princesas. Mas como vi que é uma história diferente e que contém um dote NADA clichê resolvi ler. Eu consegui superar todas as minhas expectativas com este livro, ainda por ele ser uma mistura de fantasia com romance. Além disso consegui ter outra visão, pois a autora me instigou muito, quanto nos personagens e quanto nas suas ações.



Lia, a princesa que mora no reino de Morrighan, é jovem e faz parte da família real das primeiras filhas. Todas elas recebem um dom e acabam sendo usadas em meios a guerras. Sendo assim seu pai faz com que ela tenha que se casar com o príncipe de Dalbreck, na intenção de formar uma aliança entre os dois reinos. Mas como Lia não quer este destino para si, resolve fugir e formar seu própio futuro sem estar nas mãos de seu pai. Aliás, quem não cansa de cobranças? 

Porém, ai é que esta o perigo da coisa. Não é simplesmente fugir. Onde ela se estabeleceu, também está o príncipe e um assassino contratado. Assim, tudo irá mudar. Nenhum dos dois irá deixar Lia em paz, até conseguirem o que querem. 


Em todo o momento eu quis acreditar que Lia não me decepcionaria, ou então acreditar que tudo iria ocorrer bem. A narrativa do livro é boa, e eu pensei que odiaria. Pois sou muito enjoada pra gostar de certos tipos de livros, mas The kiss of deception me deixou totalmente instigada e louca para acabar cada vez mais rápido. No livro tem todo aquele suspense, de quem seria o assassino e quem seria o príncipe, e isso se tornou algo bastante curioso, que no caso estabeleceu certa curiosidade em mim!



PS: Não quero dizer tanta coisa, porque sei que posso soltar um certo spoiler.



Então The Kiss of Deception é uma mistura de segredos e paixões proibidas. Ainda melhor por ter tanta coisa relacionada a uma certa política. Agora quero ler o segundo livro da série, aguenta ansiedade! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário